30 Outubro, 2011

Twittar para Aprender - Reflexão Final para AVA

Share

Ao longo das últimas 4 semanas dedicada ao módulo de aprendizagem sobre o Twitter, da disciplina AVA, fui confrontado com o desafio de reflectir sobre o Twitter como uma ferramenta de aprendizagem tão efectiva. Não direi que é a ferramenta absoluta para a Educação mas, devido às suas características, o Twitter pode ser um componente importante de uma infra-estrutura tecno-pedagógica que gostaria de explorar no futuro.
Embora já seja um utilizador experiente, estas quatro semanas de aprendizagem colaborativa confirmaram a minha ideia sobre esta ferramenta/serviço web: O Twitter é um Ambiente Virtual de Aprendizagem muito versátil e eficaz, nomeadamente para a partilha de informação dentro de uma comunidade de aprendizagem
Mas como comprovar esta ideia?
Passo a apresentar alguns dos argumentos que reforçam esta ideia:
  • Facilidade de utilização e Interoperabilidade:
Devido à sua natureza minimalista (a começar pelos 140 caracteres disponível por tweet), o Twitter tem uma curva de aprendizagem muito rápida. Quem começa a utilizar, compreende rapidamente o seu funcionamento passado alguns dias. Publicar um tweet é tão fácil como escrever uma frases com 140 caracteres ou carregar num botão "Tweet this", disponível em qualquer página web. Este procedimento simplista de publicação de informação é um dos aspectos-chave do sucesso do Twitter. Os utilizadores (pelo menos aqueles que já têm o hábito de partilhar informação) descobrem no Twitter um canal de publicação de informação muito eficaz.
Para além da sua facilidade de utilização, o Twitter tem outra grande vantagem que permite a sua rápida adopção como ferramenta de aprendizagem: a sua interoperabilidade. Sendo um serviço online, funciona através de qualquer browser e sistema operativo. Sendo um sistema aberto, permite o desenvolvimento de softwares e webwares para a sua gestão, permitindo ao utilizador qual melhor se adapta às suas necessidades. Por ser simplista, o seu funcionamento é tão eficaz num computador, como num dispositivo móvel, permitindo a sua utilização "anywhere, anytime".
O próprio Tim O´Reilly reforça estes aspectos como argumentos para justificar a sua "adoração" pelo Twitter num artigo muito interessante: http://radar.oreilly.com/2008/11/why-i-like-twitter.html

  • Mecanismos eficazes de acesso à informação:
Com o surgimento do fenómeno da Web 2.0, a informação partilhada no ciberespaço cresceu de forma incrível. A possibilidade de encontrar informação específica sobre um tema tornou-se uma realidade, criando a necessidade de refinar processos de pesquisa e acesso a informação. Devido à sua crescente adopção por milhões de utilizadores em todos o Mundo, o Twitter tornou-se numa plataforma de publicação de informação por excelência.
A existência de pessoas, profissionais, empresas, serviços e canais de media a nutrirem o mais variado tipo de informação, permite que cada utilizador possa encontrar e filtrar a informação que pretende. As próprias funcionalidades do Twitter  ajudam esse processo de acesso e filtragem de informação, seja por hashtags (facilitando a pesquisa por termos específicos), seja através de lists (permitindo criar sub-canais de utilizadores por temas) e até a possibilidade "Who to follow" (onde são recomendados utilizadores com interesses próximos aos nossos). A própria evolução do  Twitter tem vindo a refinar estes processos de acesso personalizado de informação. É por isso que é uma ferramenta tão importante para aprendizagem, seja formal ou informal.
Como exemplo desta vantagem, partilho a seguinte apresentação, criada por MinXuan Lee, onde é reforçada a importância do Twitter como ferramenta por excelência de acesso a informação:



Permite o desenvolvimento  de redes de partilha de informação:


Por ser um sistema aberto, o Twitter permite que se sigamos qualquer utilizador e sermos seguidos livremente por outros (a menos que sejam utilizadores com tweets restritos, o que para mim não faz muito sentido). Esta abertura permite a criação de redes de partilha de informação que se vão condensando, quantos mais utilizadores estarem ligados entre si.
Dentro destas redes, existem diferentes tipos de interacções. Sejam re-tweets, replies ou Direct Messages. Estas interacções representam diferentes tipos de afinidades de interacção entre utilizadores. Um re-tweet representa uma identificação de um utilizador pela informação partilhada por outro. Surge assim uma afinidade de interesses, que pode despertar um contacto mais pessoal. Esse contacto pode surgir com um reply onde um utilizador faz um comentário ao tweet ou simplesmente reforça a mensagem original com uma nota pessoal. Aqui observamos os primeiros passos para uma relação entre dois utilizadores. É uma abordagem muito comum no Twitter, onde utilizadores começam a desenvolver conversações entre si, tendo por base uma afinidade comum. Mais tarde, essa interacção pode-se tornar mais pessoal, através de Direct Message, onde a mensagem se torna pessoal e exclusiva. Estes diferentes tipos de interacção são importantes indicadores da criação de redes  de partilha de informação no Twitter. 
Estas funcionalidades do Twitter também pode ser aproveitadas para a criação de comunidades de aprendizagem online. No seguinte artigo são apresentadas várias vantagens na sua utilização em contexto educativo, baseando-se nas suas funcionalidades de interacção:
Can we use Twitter for educational activities?
  • Canais de comunicação em tempo real
Embora o Twitter seja mais facilmente reconhecido como uma plataforma de publicação de media, também é uma eficaz ferramenta de comunicação em tempo real, à semelhança de um chat. Este misto de comunicação assíncrona e síncrona torna-se extremamente vantajoso para promover canais de comunicação online entre participantes de uma conferência, turma e outros eventos ao vivo. Esta funcionalidade permite a utilização do Twitter como uma importante ferramenta de interacção, como apresentado no seguinte estudo realizado na Universidade do Texas:



Todas estas observações foram sendo desenvolvidas por mim, ao longo da minha experiência como utilizador. Mas ainda mais interessante, é que também foram confirmadas ao longo destas 4 semanas dedicadas ao Módulo de aprendizagem e ao feedback partilhado pelos restantes colegas, confirmando assim a minha afirmação inicial: O Twitter é um Ambiente Virtual de aprendizagem muito versátil e eficaz para a partilha de informação dentro de uma comunidade de aprendizagem.

Sem comentários:

Enviar um comentário